PROGRAMAÇÃO 2 ESTAÇÕES MUSICAIS

VOLTAR

2 ESTAÇÕES MUSICAIS, I FESTIVAL DE MÚSICA EM PARATY

2 Estações Musicais em Paraty é uma iniciativa da Secretaria de Cultura em parceria com a Secretaria de Turismo, a Casa da Cultura e o Paraty Convention&Visitor’s Bureau, para instaurar uma programação contínua com apresentações de música de câmara (clássica) ou instrumental (brasileira e jazz) em todos os fins de semana em que não acontecem grandes eventos, de agosto ao fim de novembro, acrescentando um atrativo a mais à cidade e reforçando sua vocação como referência em turismo cultural.

Serão 24 apresentações –10 na Casa da Cultura, 8 no Forte Defensor Perpétuo, e 6 nas Igrejas de Santa Rita ou do Rosário – realizadas por músicos e grupos convidados a vir a Paraty e também por grupos em atividade na cidade, bem como professores e alunos da Casa da Cultura.

A programação incluirá sempre uma atividade de intercâmbio – oficina, masterclass, ou similar – entre os alunos e músicos daqui e os que vierem, conferindo-lhe também um relevante papel no fomento à criação e produção musical em Paraty.

Bach, Vivaldi, Mozart, Villa-Lobos, Pixinguinha, Hermeto e outros mais, em diferentes formações instrumentais: a programação completa até o fim do ano já está sendo divulgada e pode ser encontrada no folder que será oficialmente lançado no primeiro concerto em 16/08/2017, abrindo as 2 Estações Musicais em Paraty.

2 Estações Musicais conta com o apoio do IBRAM – Museu de Arte Sacra e Museu do Morro do Forte – e da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios.

Série Casa Instrumental

Projeto já em andamento de intercâmbio entre músicos de Paraty e do resto do Brasil: a cada mês, um artista da cena da música instrumental brasileira vem à cidade para um workshop, ensaios e show com músicos paratienses.

Série Fazendo Escola

Visando inspirar e estimular os alunos de música da Casa da Cultura, por meio do intercâmbio com grupos de alunos avançados de outras instituições de educação musical do país, e grupos formados em função de masterclasses de instrumentos.

Série Feito em Casa

Grupos de música instrumental já em atividade em Paraty e grupos formados por alunos e por professores da Casa da Cultura.

Série Fazendo Sala

Grupos de música de câmara e de música instrumental já consagrados vindo se apresentar em Paraty – e se encontrando com alunos e músicos da cidade.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

* Sujeita a alterações.

AGOSTO:

16 l Qua l 21h – Igreja de Santa Rita – Abertura das 2 Estações Musicais em Paraty – Série Fazendo Sala – Orquesta Joven del Ecuador – Diego Carneiro, maestro. De Vivaldi a América Latina.

25 l Sex l 21h – Igreja do Rosário – Série Fazendo Sala – Diego Carneiro, violoncelo. Bach: Suítes III, IV e V para violoncelo solo.

26 l Sáb l 21h – Casa da Cultura – Série Fazendo Escola – Diego Carneiro e alunos da masterclass Solos, duos e trios para cordas.

31 l Qui l 21h – Casa da Cultura – Série Feito em Casa – Orquestra Popular de Paraty

SETEMBRO:

02 l Sáb l 17h – Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa – Java quarteto – Jazz e música instrumental brasileira.

09 l Sáb l 17h – Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa – Jerome Charlemagne, saxofone; Randal Oliveira, violão e Jonathan Andreolli, percussão.

09 l Sáb l 21h – Casa da Cultura – Série Casa Instrumental – Fábio Gouveia, multi-instrumentista, e músicos de Paraty.

23 l Sáb l 21h – Casa da Cultura – Série Fazendo Sala – Gabriel Nóbrega e Banda Silibrina – Música instrumental brasileira contemporânea.

29 l Sex l 21h – Casa da Cultura – Série Feito em Casa – Grupo de Música Universal da Casa da Cultura; Carol D’Avila, direção.
Sábado 30 às 17h00: Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa – Grupo de Música de Câmara da Casa da Cultura.

30 l Sáb l 21h – Igreja de Santa Rita – Série Fazendo Sala – Trio Capitu – Flauta, oboé e fagote – “Roda de amigos: Villa-Lobos, Mozart, Pixinguinha e outros”.

OUTUBRO:

14 l Sáb l 17h – Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa – Choro de Paraty: Marcelo Arte e grupo.

14 l Sáb l 21h – Casa da Cultura – Série Casa Instrumental – Sérgio Frigério, baixo, e músicos de Paraty.

20 l Sex e 21 l Sáb – Série Fazendo Escola – Camerata da Ação Social pela Música (sexta 20 às 21h00 na igreja de Santa Rita e sábado 21 às 17h00 no Forte Defensor Perpétuo).

21 l Sáb l 21h – Igreja do rosário – Série Fazendo Sala – Ana de Oliveira Duo, violino e viola: Mozart, Bartok, Villa-Lobos, Liduino Pitombeira.

27 l Sex l 21h – Igreja do rosário – Série Fazendo Sala – Bruno Madeira, violão 300 anos de música solo para violão.

28 l Sáb l 21h – Casa da Cultura – Série Fazendo Sala – Quartessência, quarteto de saxofones: De Bach a Hermeto.

NOVEMBRO:

04 l Sáb l 18h – Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa – Diálogo de guitarras: Java Carneiro e Lucas Dutra.

04 l Sáb l 21h – Casa da Cultura – Série Casa Instrumental – Rodrigo “Digão” Brás, baterista e músicos de Paraty.

10 l Sex e 11 l Sáb – Série Fazendo Sala – Projeto Coisa Fina – O grupo originalmente criado para tocar a música de Moacir Santos em 3 formações.

10 l Sex l 21h – Casa da Cultura: quinteto

11 l Sáb l 18h – Forte Defensor Perpétuo: trio

11 l Sáb l 21h – Casa da Cultura: big band

25 l Sáb l 18h – Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa – Grupo de Música de Câmara da Casa da Cultura

25 l Sáb l 21h também haverá na Igreja de Santa Rita a apresentação da Misa a Buenos Aires (Misatango), de Martin Palmieri, com o Coralusp, promovido pela AMAS (Associação dos Amigos do Museu de Arte Sacra)